O ex-presidente da França, Jacques Chirac, deverá enfrentar um segundo julgamento por corrupção, em um caso de financiamento partidário que data do tempo em que o ex-mandatário foi prefeito de Paris, entre 1977 e 1995, informaram funcionários do judiciário francês. Chirac, de 77 anos, deverá comparecer aos tribunais em março de 2011.

Um juiz investigador no subúrbio parisiense de Nanterre ordenou que Chirac também seja julgado por “conflito ilegal de interesses” em um caso semelhante ao do primeiro julgamento. Chirac foi envolvido em uma série de escândalos de financiamento a partidos. Ele fundou um movimento de centro-direita que foi precursor da União por um Movimento Popular (UMP), partido do atual presidente Nicolas Sarkozy.

Chirac foi presidente da França entre 1995 e 2007, quando tinha imunidade e não podia ser julgado. No caso investigado em Nanterre, Chirac é acusado porque sete funcionários do seu movimento político tiveram os salários pagos pela Prefeitura de Paris ou por empreiteiras da construção civil. As informações são da Associated Press.