A China enviou o ministro de Relações Exteriores, Wang Yi, para a Coreia do Norte enquanto Pequim tenta evitar ser marginalizada nas negociações de alto nível entre Pyongyang, Seul e Washington. O ministro chinês deve visitar a Coreia do Norte na quarta e na quinta-feira a convite do chanceler norte-coreano, Ri Yong Ho.

Apesar de nenhuma agenda ter sido divulgada, a visita de Wang vem logo após a reunião de sexta-feira entre os líderes das Coreias do Norte e do Sul, onde os doislados concordaram em buscar um tratado de paz para acabar com a Guerra da Coreia. No domingo, o gabinete presidencial sul-coreano afirmou que Kim Jong-un se comprometeu a fechar um local de testes nucleares em maio.

Com o planejamento em andamento para uma reunião entre Kim e o presidente dos EUA, Donald Trump, nas próximas semanas, analistas disseram que Pequim está ansiosa para obter informações sobre essas negociações e garantir um papel chinês em qualquer negociação multilateral que se seguir. Fonte: Dow Jones Newswires.