Forças de segurança mataram duas pessoas suspeitas de tramarem atentados terroristas na Bélgica na tarde desta quinta-feira. Uma terceira pessoa foi ferida e está presa.

Segundo o magistrado federal Eric Van de Sypt, não há ligações entre os atentados de Paris e o incidente ocorrido hoje. A ação da polícia belga faz parte de uma operação maior que estava sendo planejada há algumas semanas.

Os suspeitos abriram fogo após a chegada da polícia, que os encontrou perto da estação de trem da cidade. “Eles estavam extremamente bem armados”, afirmou Van der Sypt. Segundo ele, os extremistas planejavam atacar prédios policiais em questão de “dias ou horas.”

O magistrado afirmou esperar novas prisões nos próximos dias. Nenhum policial foi ferido durante a ação, que aconteceu no momento mais movimentado da tarde de Verviers, uma antiga cidade industrial com cerca de 56 mil habitantes, distante 125 quilômetros de Bruxelas.

Van de Sypt afirmou que outras operações antiterroristas estão acontecendo na região de Bruxelas e que o nível de alerta para ataques foi elevado ao segundo mais alto. Os policiais investigam extremistas que acabaram de voltar da síria. Fonte: Associated Press.