Ataques aéreos conduzidos pelo governo da Síria fora da capital deixaram ao menos 22 civis mortos, de acordo com ativistas sírios. O movimento ocorre mesmo diante da retomada das negociações de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) em Genebra.

A artilharia do governo lançou uma onda de ataques em áreas residenciais nos subúrbios de Ghouta Oriental, em Damasco, de acordo com o grupo de monitoramento sírio do Observatório dos Direitos Humanos, com sede no Reino Unido. De acordo com o Ghouta Media Center, 22 civis foram mortos. Fonte: Associated Press.