O exército dos Estados Unidos enviou dezenas de tropas para a Somália, no maior movimento do tipo em duas décadas no país, que fica no Chifre da África.

Os americanos se retiraram na Somália depois de 1993, quando dois helicópteros foram abatidos na capital, Mogadiscio, e corpos de americanos foram arrastados pelas ruas.

O Comando dos EUA para a África disse hoje que o movimento é para logística e treinamento do exército somaliano, que está lutando com o grupo extremistas al-Shabab.

Nos últimos anos, os EUA enviaram algumas forças de operações especiais e assessores à Somália. O presidente Donald Trump aprovou recentemente um maior papel militar por lá. Isso inclui a condução de ataques aéreos mais agressivos contra o Al-Shabab.

O novo presidente somali-americano do país, Mohamed Abdullahi Mohamed, anunciou na semana passada uma nova ofensiva contra o grupo extremistas. Fonte: Associated Press.