O presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), informou que o terceiro secretário, deputado Nilton Capixaba (PTB-RO), comunicou que não participará das reuniões da mesa até que terminem as investigações do esquema de fraudes na compra de ambulâncias, conhecido por sanguessuga.

Capixaba está sendo investigado por suposto envolvimento no esquema. O quarto secretário, deputado João Caldas (PL-AL), outro parlamentar investigado, já havia anunciado ontem seu afastamento das reuniões da mesa. Capixaba e Caldas, no entanto, permanecem nos cargos e só não irão participar das reuniões da diretoria da Câmara.