O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, nesta quinta-feira, que o Brasil está empenhado em cumprir "com entusiasmo e determinação política" os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

Em discurso na Assembléia Geral das Nações Unidas, Lula citou exemplos do que o país tem feito para atingir as Metas do Milênio. Ele destacou quatro áreas de atuação: combate à fome, ao desemprego, às desigualdades raciais e de gênero e preservação ambiental. "Adotamos as Metas do Milênio como referência obrigatória para as nossas políticas públicas", afirmou.

Em relação ao combate à fome, Lula apresentou os resultados do programa Bolsa Família, que, segundo ele, beneficia hoje cerca de 30 milhões de pessoas. "Até o final de meu governo, todas as famílias que vivem abaixo da linha de pobreza estarão incorporadas ao programa", disse o presidente.

Lula lembrou também que sob sua gestão foram gerados 3,2 milhões de empregos, além de terem sido criadas secretarias com status de ministério para promoção da igualdade de gênero e raça e de também se terem implantado programas de cotas raciais no ensino superior.

Na área ambiental, o presidente destacou a redução do desmatamento na Amazônia e o Plano Amazônia Sustentável, que visa promover o desenvolvimento econômico e social, garantindo a preservação ambiental. Segundo Lula, esse plano deve abrir novas perspectivas para 22 milhões de habitantes da região.

Os oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio foram aprovadas em setembro de 2000 por 191 países.

São eles: erradicação da extrema pobreza e da fome no mundo; universalização do ensino básico; promoção da igualdade entre os sexos; redução da mortalidade infantil; melhoria da saúde materna; combate ao HIV/Aids, malária e outras doenças; garantia da sustentabilidade ambiental; estabelecimento de uma parceria mundial para o desenvolvimento. Os objetivos envolvem metas que devem ser cumpridas pelos países signatários do acordo até 2015.

O discurso foi o último compromisso do presidente na 60ª Assembléia Geral das Nações Unidas. Lula deve chegar a Brasília às 20h30.