A jornalista e juíza arbitral Regina Lúcia de Souza Vieira Santana, de 37 anos, foi morta com três tiros na quarta-feira à noite, ao ser vítima de assaltantes na zona oeste do Rio. Ela dirigia quando foi abordada por dois assaltantes, ambos aparentando ter menos de 20 anos. A dupla nada levou, mas atirou contra a vítima.

Segundo testemunhas, a jornalista, que morava no mesmo bairro onde foi assassinada e era dona de uma loja de CDs, tentou fugir acelerando o carro, o que fez os criminosos atirarem. Ela morreu no local. O caso foi registrado pelos policiais de plantão da 35ª Delegacia de Polícia, do Campo Grande.