Israel anunciou hoje ter convocado para consultas seu embaixador na Venezuela, respondendo à iniciativa do presidente Hugo Chávez de retirar o embaixador venezuelano de Israel devido ao "genocídio" que o Estado judeu estaria praticando no Líbano.

Chávez tem irritado Israel com sua aproximação com o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, que defende a "eliminação" de Israel.

"Estamos perturbados com essa visão unilateral sobre o Oriente Médio do presidente da Venezuela", explicou o porta-voz do Ministério do Exterior israelense, Mark Regev. "Temos um problema com a liderança de Caracas que abraça o presidente iraniano que pede a aniquilação de Israel".