As projeções de mercado para o IPCA de 2005 subiram de 6,15% para 6,28% em
pesquisa semanal do BC divulgada hoje. Esta foi a nona elevação das projeções,
que estavam em 5,88% há quatro semanas. Com a nova elevação, as estimativas de
inflação para o ano se distanciaram ainda mais da meta de 5,1% e continuaram a
se aproximar do teto de 7%.

Apesar do aumento, as expectativas de
inflação de médio prazo das instituições Top Five (as cinco com maior grau de
acerto) continuaram estáveis em 6,04%. As expectativas de IPCA para 2006, por
sua vez, permaneceram inalteradas em 5%. Apesar da estabilidade, o porcentual
estimado pelo mercado é superior ao centro da meta, de 4,5%, fixado pelo CMN
para o próximo ano.

As expectativas de variação do IPCA em 12 meses à
frente aumentaram, na mesma pesquisa, de 5,66% para 5,85%. Esta foi a terceira
elevação consecutiva das previsões de IPCA em 12 meses à frente, que estavam em
5,57% em pesquisa feita há quatro semanas.

As previsões de IPCA para
abril deste ano subiram, na mesma pesquisa, de 0,70% para 0,78%. Há quatro
semanas, essas projeções estavam em 0,51%. As expectativas de IPCA para maio
seguiram a mesma tendência de alta e variaram de 0,50% para 0 55%.