A tradicional tática de times de Peru, Bolívia e Equador de enfrentar brasileiros em cidade de altitudes elevadas parece estar com seus dias contados. A Fifa decidiu acabar com a prática e agora irá estudar a altitude máxima em que uma partida de futebol poderá se realizar.

A medida pode ser válida já para as próximas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010. Por décadas, clubes e seleções sofreram com a altitude em estádios como o de La Paz, na Bolívia, que fica 3,7 mil metros acima do nível do mar.

A iniciativa de banir essa prática é do corpo de médicos da Fifa que esteve reunido nos últimos dois dias em Zurique, na Suíça. Diante do apelo do Comitê Médico da entidade, o presidente Joseph Blatter e os demais conselheiros acataram a decisão de levar a questão aos países durante o encontro anual da entidade em maio.

Até lá, os especialistas do Comitê Médico irão fazer um estudo para determinar qual a altitude máxima que deve ser permitida para que uma partida oficial da Fifa possa ser realizada. Na avaliação dos médicos, um jogador que não está habituado à altitude pode correr risco de vida se atuar nessas condições.