O porcentual de cheques devolvidos sobre o total em circulação caiu em novembro segundo duas empresas que fazem esse tipo de levantamento mensalmente. De acordo com a Serasa Experian, a proporção de cheques sem fundos caiu de 1,97% para 1,93% na passagem de outubro para novembro, enquanto para a Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), o porcentual variou de 1,93% para 1,90% no mesmo período.

O pagamento da primeira parcela do 13º salário é apontado pelos economistas da Serasa como fator que contribuiu para a diminuição da proporção de cheques sem fundos no mês passado. Eles também destacam que, apesar do recuo pontual, o cenário macroeconômico com juros elevados, atividade estagnada e desaquecimento do mercado de trabalho, contribui para manter a inadimplência com cheques maior em 2014 do que em 2013. No acumulado dos onze primeiros meses deste ano, a taxa está em 2,05%. No mesmo período de 2013, o porcentual de cheques devolvidos foi de 2,01%.

Na abertura do indicador por regiões, a Norte registrou a maior inadimplência, com 4,55% de cheques devolvidos, ao passo que a região Sudeste foi a que apresentou menor taxa, de 1,48%.

Entre os Estados, Roraima lidera mais uma vez o ranking estadual dos cheques sem fundos nos primeiros onze meses de 2014, com 11,21% de devoluções. Por outro lado, São Paulo foi o Estado com o menor porcentual, de 1,26%.

Boa Vista SCPC

Já segundo a Boa Vista SCPC, o porcentual de cheques devolvidos pela segunda vez por falta de fundos atingiu 1,90% do total movimentado em novembro, recuando ante o porcentual de 1,93% verificado em outubro e de 1,97% em novembro do ano passado.

No acumulado do ano, esse porcentual está em 2,00%, de 1,98% no mesmo intervalo de 2013. De janeiro a novembro, o total de cheques movimentados (689,177 milhões) caiu 10,0%, enquanto o número absoluto de cheques devolvidos (14,059 milhões) recuou 9,0%. Na divisão por tipo de emissor, a devolução foi 11,3% menor para as pessoas físicas e 2,8% inferior para as pessoas jurídicas, entre janeiro e novembro de 2014 ante igual período de 2013.

Metodologias

O Indicador Serasa Experian consiste no levantamento mensal sobre a quantidade de cheques devolvidos por insuficiência de fundos em relação ao total de cheques compensados. Somente é considerada a segunda devolução.

Os dados da Boa Vista consideram a proporção de cheques devolvidos (segunda devolução por insuficiência de fundos) sobre o total de cheques movimentados, que é o total de cheques compensados mais os devolvidos.