A produção industrial do Paraná avançou 18,6% em março na comparação com o mês anterior e lidera o ranking nacional de crescimento. A média brasileira foi de 2,8%. No confronto com março de 2009, o avanço no Paraná foi de 23,7%, enquanto no Brasil a taxa foi de 19,7%. Os dados são do IBGE e foram apresentados pelo secretário de estado da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul, Virgílio Moreira Filho, durante a Escola de Governo desta terça-feira (25), em Curitiba.

Celebrado em todo o Brasil no dia 25 de maio, o Dia da Indústria revela um setor aquecido no Paraná. De acordo com a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), as vendas industriais do estado aumentaram 2,3% no primeiro trimestre do ano, e devem fechar 2010 com uma alta acima de 6%. Hoje, a indústria é responsável por 30% do Produto Interno Bruto (PIB) do estado, sendo que 42 mil empresas empregam 750 mil pessoas.

Para o secretário Virgílio Moreira Filho, o acerto de políticas públicas e a união da classe empresarial tornaram possíveis tais avanços do setor industrial estadual. “Das empresas ativas e aptas a gerar ICMS no Paraná, 201 mil micro e pequenas se beneficiam da redução ou isenção do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS)”.

As empresas paranaenses contam ainda com o deferimento parcial do pagamento do ICMS em operações internas, em que a alíquota do ICMS é reduzida de 18% para 12%. “Questões como infraestrutura, logística e mão-de-obra capacitada determinam o empresário escolher o Paraná”, afirma o secretário.

O programa Bom Emprego, do Governo do Paraná, é uma das ferramentas de incentivo à instalação de novas empresas no estado, principalmente em áreas com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). O Bom Emprego beneficiou 97 empresas em 45 municípios. Os benefícios concedidos somam R$ 3,34 bilhões. Os investimentos das empresas que participam do programa alcançaram mais de R$ 3 bilhões, com a criação de 16 mil empregos diretos e 48 mil indiretos.

No comércio exterior, as exportações do Paraná somaram US$ 3,864 bilhões de janeiro a abril deste ano, alta de 16,39% na comparação com o mesmo período do ano passado. As importações fecharam com elevação de 51%, totalizando compras de US$ 3,642 bilhões. O saldo foi de US$ 222 milhões. Os dados são do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

O mês de abril demonstra a crescente elevação das exportações paranaenses. Após queda entre janeiro e fevereiro, o Paraná obteve superávit em março e, chega a abril com alta de 15,93% sobre mesmo período do ano passado.

Sobre os países do Mercado Comum do Sul (Mercosul), o Paraná acumula alta de 66% nas exportações nos primeiros quatro meses do ano. Foram US$ 574 milhões em vendas para o Paraguai, Argentina e Uruguai. Nas importações, US$ 453 milhões (alta de 19% sobre 2009), o que rendeu ao estado um saldo positivo de US$ 120 milhões.