O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação da cidade de São Paulo, registrou 0,22% em fevereiro. O número representa uma desaceleração em relação ao mês de janeiro, quando apresentou 1,15%. O resultado apurado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) ficou dentro do intervalo das estimativas de 17 instituições do mercado financeiro consultadas pelo AE Projeções, que oscilavam entre 0,22% e 0,40%, com mediana em 0,33%. Na comparação com a terceira quadrissemana de fevereiro, o IPC também teve desaceleração, pois o índice apresentou inflação de 0,52% naquela leitura.

O grupo Alimentação seguiu em desaceleração, saindo de 2,11% em janeiro, para 0,54% na terceira leitura de fevereiro e fechando o mês com 0,34%. Educação apresentou a mesma tendência de altas cada vez menores no período, atingindo uma inflação de 6,08% no primeiro mês de 2012, passando por um acréscimo menor de 1,78% na terceira quadrissemana e ficando em 0,27% no fim de fevereiro.

O grupo Saúde apresentou uma variação entre altas maiores e menores entre o fechamento de janeiro e o fim de dezembro: passou de 0,41% no fim de janeiro para 0,66% na terceira quadrissemana de fevereiro e fecha o mês com 0,58%.

Vestuário saiu de uma deflação de 0,33% em janeiro, para uma alta de 0,57% na terceira leitura e, agora, desacelerou para uma alta de 0,36%.

O grupo Despesas Pessoais seguiu a tendência de altas cada vez menores até atingir uma deflação: passou de 2,42% no encerramento de janeiro para 0,51% na terceira quadrissemana e agora, na conclusão de fevereiro, ficou em terreno negativo de 0,10%. O mesmo caminho foi trilhado por Habitação que saiu de uma inflação de 0,35% em janeiro, desacelerou para uma alta de 0,14% na terceira leitura de fevereiro e, agora, termina o mês em uma deflação de 0,21%.

Transportes foi o único grupo que apresentou tendência de aceleração neste período: saiu de uma alta de 0,23% no fim de janeiro, para 0,80% na terceira leitura de fevereiro até chegar em 0,84% no fechamento do mês.

Veja como ficaram os itens que compõem o IPC no mês de fevereiro:

Habitação: -0,21%

Alimentação: 0,34%

Transportes: 0,84%

Despesas Pessoais: -0,10%

Saúde: 0,58%

Vestuário: 0,36%

Educação: 0,27%

Índice Geral: 0,22%