O Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) registrou um superávit primário de R$ 11,212 bilhões em abril, informou na tarde desta quarta-feira o Tesouro Nacional. O resultado é 47% maior que o superávit de R$ 7,627 bilhões apurado em março.

O superávit primário do Governo Central em abril ficou abaixo do piso das estimativas dos analistas consultados pelo AE Projeções, que iam de R$ 11,5 bilhões a R$ 16,7 bilhões.

No mês passado, o Tesouro Nacional contabilizou superávit de R$ 16,604 bilhões; a Previdência Social assinalou déficit de R$ 5,315 bilhões; e o Banco Central teve déficit de R$ 76,8 milhões.

No primeiro quadrimestre, o superávit somou R$ 45,028 bilhões, 9,2% acima dos R$ 41,215 bilhões no mesmo período passado. Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), o superávit acumulado no ano passou de 2,67% em 2011 para 3,31% em 2012.

Nos primeiros quatro meses do ano, o Tesouro acumulou superávit de R$ 60,378 bilhões; a Previdência teve déficit de R$ 15,229 bilhões; e o Banco Central registrou resultado negativo de R$ 120,9 milhões.