Foto: Arquivo/O Estado

Cafezais do Paraná: definição da área ocupada.

Técnicos do Deral – Departamento de Economia Rural da Secretaria da Agricultura, começaram nesta semana a pesquisa de campo nas regiões cafeeiras do Estado. Este é o segundo levantamento que está sendo realizado para definir o tamanho da área ocupada pela cafeicultura e o potencial produtivo para a próxima safra (2006/07). A pesquisa de campo avalia ainda, junto aos cafeicultores, o número de pés plantados, produção obtida na última safra, sistema de colheita, qualidade e comercialização.

Ao todo, o Deral pretende visitar 564 propriedades cafeeiras, distribuídas em 123 municípios que compõem o modelo de amostragem estatística de propriedades de café, utilizada pela primeira vez em novembro do ano passado. ?O levantamento está sendo realizado em parceria com a Conab – Companhia Nacional de Abastecimento, e pretendemos atualizar a estimativa de produção antes do início da colheita, previsto para abril?, explicou Dirlei Antonio Manfio, responsável pelo Setor de Previsão de Safras da Secretaria da Agricultura.

O estudo, segundo Manfio, poderá indicar se as adversidades climáticas ocorridas em algumas regiões do Estado durante a floração e o início da frutificação podem interferir na produção inicialmente prevista. Os resultados desta pesquisa serão divulgados no dia 7 de abril pela Conab.

Levantamento nacional

Cerca de 250 técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), e de órgãos conveniados estão trabalhando no segundo levantamento da safra de café 2006/2007. Eles estão percorrendo as lavouras dos principais estados produtores, como São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro, Bahia e Rondônia. A pesquisa de campo, que vai até o próximo dia 24, será divulgada no dia 7 de abril.

O estudo será complementado com informações do Geosafras, que utiliza técnica baseada em geotecnologia (pesquisa por satélite). De acordo com o primeiro levantamento anunciado em dezembro do ano passado, a produção atual de café no País está estimada pela Conab entre 40,5 e 43,5 milhões de sacas de 60 quilos, totalizando aproximadamente 2,6 milhões de toneladas de café.