O ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Moreira Franco, disse hoje que a crise internacional é, no mínimo, “esquisita” e que pode vir a ter problemas. “Temos que estar permanentemente num laboratório avaliando a situação econômica e discutindo as políticas”, disse Moreira Franco, que participa do seminário sobre Políticas Públicas para uma Nova Classe Média.

Ele destacou a importância neste momento de manter a mobilidade social, que permitiu o aumento da classe média no País nos últimos oito anos. Ele disse que, se não conseguirmos manter o ritmo alto, temos que ter uma trava para evitar que a classe média volte à situação anterior.

O seminário sobre a nova classe média visa discutir o quadro atual para garantir que não haja um retrocesso nesse movimento. O ministro avaliou que não acredita que o modelo de crescimento da classe média esteja esgotado. “Esse processo de mobilidade está presente”.