O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da China avançou em junho porque os preços maiores de alimentos devem puxar para cima o CPI ao longo do segundo semestre, disse o economista Ding Shuang, do Standard Chartered Bank. “Com a inflação ao consumidor em alta, nós acreditamos que a janela para o banco central cortar a taxa de juros está quase encerrada”, afirmou ele.

O CPI da China avançou 1,4% em junho, na comparação com igual mês do ano passado. Em maio, ele havia subido 1,2% no ano. O resultado de junho ficou também acima da previsão dos analistas, de 1,3%.

Ding espera que o CPI avance para cerca de 2% até o fim do ano, dentro da meta do governo de manter a inflação ao consumidor abaixo de 3% no ano. Diante da forte queda recente nas ações chinesas, Pequim pode reduzir mais o compulsório dos bancos, para injetar liquidez e impulsionar os preços dos papéis, avalia o economista. Fonte: Dow Jones Newswires.