A Caixa Econômica Federal anunciou novas medidas para aliviar os impactos econômicos por causa da pandemia do novo coronavírus. O banco passa a oferecer pausa de dois meses nos contratos de pessoa física e jurídica, o que inclui contratos de financiamento habitacional, e redução na taxa de juros. De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, o prazo pode ser ampliado caso haja necessidade.

LEIA TAMBÉM Tire dúvidas sobre a MP 927, que muda as regras trabalhistas por causa do coronavírus

A pausa nos contratos foi anunciada pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) e vale não só para a Caixa como também para outros quatro maiores bancos do país: Banco do Brasil, Bradesco, Itaú Unibanco e Santander. 

Além da pausa nos contratos, a Caixa está orientando seus clientes a acessarem os serviços do banco por meio dos canais digitais e de telesserviço. A partir desta segunda-feira (23), os clientes da Caixa podem ser atendimentos pelo WhatsApp pelo número 0800 726 8068. O cliente pode contatar o atendimento utilizando o CPF. Correntistas precisam digitar o número da conta e da agência e serão direcionados para atendimento em sua agência de forma remota.

Vídeo mostra como solicitar pausa de contratos da Caixa:

Atendimento em novo horário

A partir desta terça-feira (24), as agências da Caixa vão passar a funcionar em horário diferenciado, das 10 às 14 horas. Porém, o atendimento presencial é restrito apenas para os casos que não podem ser tratados pelo atendimento telefônico ou pelos aplicativos do banco.

A abertura antecipada em uma hora vai ser mantida em 1619 agências como forma de auxiliar os grupos de risco. A lista das unidades pode ser consultada diretamente no site da caixa.