Usando como justificativa a crise econômica mundial, a Bosch demitiu nesta quinta-feira (18) cerca de 900 funcionários da sua fábrica de Curitiba. Outros três mil trabalhadores ganharam uma “licença” de dez dias e neste tempo a empresa ficará fechada. A informação foi repassada para imprensa por meio de uma nota oficial.

A Bosch alertou que desde o último trimestre de 2008 vem registrando significativa queda nas vendas. Além disso, a empresa deixou de investir em algumas áreas e começou a restringir gastos. Foi apresentada uma proposta de redução de jornada com redução de salário, mas não houve acordo com os funcionários e com o Sindicato dos Metalúrgicos da região de Curitiba para sua implantação.

No fim da nota, a empresa se manifestou da seguinte maneira. “A Bosch lamenta as cerca de 900 demissões efetivadas hoje e informa que esta ação foi necessária para garantir a competitividade da fábrica de Curitiba em longo prazo”.

Mais informações na edição desta sexta-feira do jornal O Estado do Paraná.