As bolsas europeias fecharam em alta hoje ajudadas pelo bom desempenho das ações do conglomerado holandês Philips, que iniciou simbolicamente a temporada de divulgação de balanços na Europa com um lucro inesperado.

O índice FT-100, da Bolsa de Londres, fechou em alta de 0,9%, aos 5.210,17 pontos; enquanto o índice CAC-40, da Bolsa de Paris, subiu 1,2%, para 3.845,80 pontos; e o DAX, da Bolsa de Frankfurt, avançou 1,2%, para 5.783,23 pontos.

As ações da Philips saltaram 7,7% após a empresa anunciar lucro de 174 milhões de euros no terceiro trimestre, acima do lucro de 57 milhões de euros um ano antes.

O resultado foi ajudado por corte de gastos e vendas melhores que o previsto, e superou a expectativa de analistas de prejuízo. Na esteira, as ações da rival Siemens subiram 2,6%.

Empresas sensíveis ao crescimento econômico também tiveram bom desempenho hoje, com montadoras como a BMW subindo 2,1% e a Peugeot avançando 3%. As ações da Renault fecharam em alta de 4,2%. A empresa detém 25% da montadora russa AvtoVAZ, que hoje aumentou a pressão sob políticos russos para receber ajuda financeira.

As ações da Fiat também subiram, reagindo à notícia no jornal italiano “Il Giornale” de que recebeu a aprovação norte-americana para o plano de reestruturação da Chrysler. Detalhes do plano serão divulgados em 4 de novembro.

As empresas de tecnologia foram outro destaque de alta, com Alcatel-Lucent subindo 5%. O banco Société Générale elevou a recomendação para as ações da empresa de equipamentos de telecomunicações franco-americana, de “venda” para “manter”, e revisou as estimativas para refletir “o fim do cenário de recessão”. As informações são da Dow Jones.