Cerca de 1.500 bancários fizeram passeata hoje à tarde, em manifestação contra a falta de negociação da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). A manifestação foi realizada nas ruas do centro velho de São Paulo. Os bancários estão em greve há 13 dias.

Amanhã, às 17 horas, a categoria realiza assembleia na sede dos Sindicato dos Bancários, na Sé, para decidir os rumos do movimento. A Fenaban informou que está aberta ao diálogo e que continua estudando uma alternativa às reivindicações. Hoje o sindicato divulgou balanço da greve, que teve a adesão de 32,6 mil bancários e a paralisação de 700 locais de trabalho.

Na quinta e sexta-feira da semana passada os representantes das partes se reuniram para discutir as reivindicações, mas não chegaram a um acordo. O principal ponto de divergência é o pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR), que os bancos querem fixar em até 1,5 salário, enquanto os bancários não concordam porque, em 2008, foram pagos 2,5 salários.