O anúncio recente de que o Governo Federal prevê, para 2008, um investimento de aproximadamente R$ 9 bilhões para obras de infra-estrutura de transportes, trouxe ânimo para o transportador paranaense.

Fernando Klein Nunes, presidente do Setcepar (Sindicato das Empresas de Transporte de Carga do Paraná), destaca que, mesmo com os números positivos da economia brasileira durante o ano de 2007, o período ainda ficou marcado pela falta de investimentos em infra-estrutura produtiva (capacidade instalada) e de escoamento (transportes).

?A pesquisa CNT de 2007 apontou que 75% das estradas brasileiras estão com algum problema estrutural. Nós, empresários do setor, acreditamos que, com a concretização dos investimentos em infra-estrutura de transportes previstos para 2008, grande parte deste problema será resolvido?, afirma Klein Nunes. "Mas esperamos também que este anúncio de investimentos se concretize, e não fique só na promessa", acrescenta.

O presidente do Setcepar assinala também que estão previstos, pelo Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), investimentos de até R$ 915 milhões na infra-estrutura de transportes do Paraná.

Entre as obras previstas para este ano pelo Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT) está a duplicação de 348 quilômetros da BR-101/Sul, entre Palhoça (SC) e Osório (RS) – importante via de transporte para o Sul do país. A obra vai incrementar o chamado Corredor do Mercosul, que além de fomentar o turismo, vai facilitar e tornar mais seguro o transporte de cargas para os principais portos do Sul e Sudeste.

Setcepar

Criado em 1943, o Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas no Paraná (Setcepar) representa 3.412 empresas de transporte de cargas em 265 cidades do estado. O Setcepar oferece aos associados diversos serviços e eventos, para debater e fomentar melhorias no setor, e no relacionamento das empresas entre si e com demais setores da sociedade.