O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran/PR) prorrogou em 30 dias a implantação do novo sistema de habilitação, que traz a obrigatoriedade do curso de atualização de primeiros socorros e direção defensiva para renovar a carteira de habilitação. A medida se deve ao atraso na entrega de alguns equipamentos que vão compor o ambiente central de processamento do Detran/PR.

Com isto, a implantação do sistema em Curitiba, que estava programada para esta segunda-feira (03), será feita somente no dia 02 de maio. A prorrogação vale para todas as Ciretrans do Estado.

Mudança

A exigência do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), por meio das Resoluções nº 168/169, vale para os motoristas habilitados antes de 1998. A partir da implantação do novo sistema, o motorista que precisar renovar a habilitação terá que optar por freqüentar 15 horas de aula num Centro de Formação de Condutores de sua escolha ou agendar a prova com 30 questões no Detran/PR. A prova é gratuita e pode ser feita até duas vezes. O candidato que não atingir 70% de acerto nessas duas tentativas terá que fazer o curso presencial.

Quem optar por realizar a prova já pode estudar com as apostilas do Denatran, disponíveis para download no site do Detran/PR (www.pr.gov.br/detran). Os motoristas habilitados antes de 1998, mas que passaram pelo curso de reciclagem para condutores infratores do Detran/PR, estão automaticamente dispensados.

No Paraná, 2,1 milhões de condutores terão que passar pelo curso. Os motoristas habilitados antes de 1998 que renovarem suas carteiras sem fazer a prova ou passar pelo curso terão que fazê-lo no próximo vencimento do documento. O Detran/PR reforça que a renovação da carteira de habilitação só pode ser feita até 30 dias antes do vencimento.