Cinco pessoas, entre elas uma criança de aproximadamente 10 anos, morreram em um grave acidente envolvendo cinco veículos, na manhã desta terça-feira (10), no sentido sul da BR-116, em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba. Os veículos envolvidos são um carro de passeio e quatro caminhões. Por volta das 13h15, eram 15 quilômetros de congestionamento no Contorno Leste. A rodovia foi totalmente liberada por volta as 13h45. Em outro acidente nesta manhã, mas na BR-376, um ônibus de passageiros foi lançado ladeira abaixo.

Entre os mortos, três adultos e a criança seguiam no Honda Civic que foi prensado pelos caminhões. A outra vítima fatal estava no caminhão baú. Mesmo socorrido, o motorista morreu durante o atendimento.

+ Leia também: “É chocante”, diz médico que fez o socorro do acidente no Contorno Sul

Além das vítimas fatais, que foram retiradas dos veículos pelo Corpo de Bombeiros, o acidente ainda deixou outra pessoa ferida, o ocupante do caminhão que provocou a primeira batida, que foi socorrido com ferimentos na perna e encaminhado ao Hospital Evangélico Mackenzie, em Curitiba. O tacógrafo digital da carreta que ele dirigia foi recolhido pela perícia.

+Fogo no busão! Motorista age rápido pra apagar fogo ateado por vândalos

Conforme a PRF, este caminhoneiro saiu de Duque de Caxias (RJ) às 2h. Ele dirigiu cerca de 860 quilômetros até bater. A velocidade média desenvolvida por ele durante a viagem foi superior a 100 km/h. O limite de velocidade no local do acidente é 80 km/h.

O acidente

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu pouco antes das 10h no quilômetro 94 da BR-116, na pista sentido sul, cerca de mil metros antes da Unidade Operacional Contorno Leste da PRF, que fica no quilômetro 95. O engavetamento começou quando uma carreta colidiu inicialmente em um caminhão baú, empurrando o veículo contra uma segunda carreta, que acabou por prensar o automóvel contra um terceiro caminhão.

+Caçadores! Cigarras causam “garoa” estranha em praça e atrapalham hospital

Ainda segundo a PRF, nenhuma das duas faixas estava interditada antes do acidente. “Havia apenas cones entre as faixas para garantir a redução da velocidade em frente ao posto policial, onde uma equipe de pesquisadores contratados pela concessionária Arteris Litoral Sul trabalhava. Um veículo de apoio da concessionária sinalizava o final da fila, na altura do quilômetro 93”, explica a PRF, em nota.

Destruição

O carro envolvido no acidente ficou irreconhecível e completamente retorcido embaixo de um dos caminhões. Outro caminhão, que acertou a traseira deste que esmagou o carro, ficou com a cabine destruída também (veja abaixo).

Segundo a PRF, que atendeu ao acidente, a pista da BR-116 sentido Campo Largo foi totalmente liberada por volta das 13h45, após ficar interditada por mais de três horas. Já a pista no sentido contrário, chegou a ter lentidão, mas já fluía normalmente pouco depois das 13h.