A neve tão aguardada e que tem sido motivo de polêmica e empolgação nas redes sociais pode chegar ao Paraná nesta quinta-feira (20), mas não em Curitiba. Segundo o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), as cidades de Guarapuava e Palmas, no Sul do estado, apresentam as condições para a ocorrência do fenômeno já a partir da noite desta quinta, de forma fraca. Nessas duas cidades, a previsão é de que o termômetro chegue a -1°C na noite desta quinta.

Embora não seja possível cravar que vai nevar, a meteorologia não descarta a possibilidade porque as temperaturas estão baixas e a instabilidade atmosférica favorece a presença de chuva fina – condições para a neve se formar. 

LEIA MAIS – Forte onda de frio e chuva intensifica abordagem de moradores de rua em Curitiba

De acordo com o Simepar, nas demais regiões do Paraná a chance de nevar é praticamente nula. Em Curitiba, o que vai predominar nesta quinta-feira e na sexta-feira (21) são as baixas temperaturas e as chuvas fracas. A frente fria que está sobre o estado se afasta de maneira lenta e os ventos que vêm do oceano ainda mantêm a umidade para essa condição do tempo.

“Na região da capital e Litoral, as máximas não devem ultrapassar os 8º C na sexta-feira. Nesta quinta, a máxima prevista que era de 12º C já foi atingida e, a partir do fim do dia, as temperaturas só vão cair”, explica o meteorologista Paulo Barbieri, do Simepar.

Região Sul

Já em Guarapuava e Palmas, a meteorologia aponta que as temperaturas estão baixas nesta tarde, próximas dos 5ºC, segundo o mapa do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). E podem ficar negativas a partir da noite desta quinta-feira, oferecendo condições para nevar de maneira fraca. “Pelo Sul do estado, tem pequena possibilidade de neve para hoje. A região está fria e com umidade”, apontou Barbieri.

VIU ESSA? – Essa chuva é só um alento: reservatórios seguem baixos e não dá pra desperdiçar água

Ainda segundo o meteorologista, a massa de ar frio que chega após a passagem da frente fria é comum no Paraná, no inverno. “Nada de alarmante. Ano passado, em julho, tivemos registro de temperatura negativa em diversas regiões. Vamos observar como será neste ano”, disse.

Para sexta-feira, em Curitiba, o Simepar prevê a diminuição da chuva, o que deveria ocorrer a partir desta quinta, mas acabou não se confirmando por causa dos ventos oceânicos. As temperaturas previstas para a capital, na sexta, ficam entre 6º C e 8º C, sem muita amplitude térmica.