Curitiba recebe no próximo mês de fevereiro, entre os dias 14 e 16, a Amo Esportes Fair, considerada pelos organizadores como a maior feira de esportes do Brasil. Os olhos de atletas, clubes, confederações e profissionais ligados ao esporte estarão voltados para a capital paranaense e para a mega estrutura que será montada em pleno gramado da Arena da Baixada, estádio do Athletico Paranaense.

Além de aberta à visitação do público geral, que poderá conhecer as realidades de mais de 40 modalidades esportivas em estandes que serão montados no gramado do estádio, o evento se notabiliza pela geração de network profissional, já que serão realizados sete meetings técnicos simultâneos, exclusivos para inscritos. Os temas serão: Medicina Esportiva, Direito Desportivo, Fisioterapia Esportiva, Nutrição Esportiva, Marketing e Gestão Esportiva, Jornalismo Esportivo e Educação Física.

+ Especial Dia das Crianças: Gêmeas de Athletico, Coritiba e Paraná Clube fazem a alegria nos estádios

A expectativa é de que 3,5 mil profissionais estejam presentes, se aperfeiçoando, interagindo e fazendo negócios.

Segundo o idealizador do evento e diretor da empresa de marketing esportivo AMO Esportes, João Teixeira, o grande diferencial é reunir em um mesmo evento setores fundamentais para o desenvolvimento do esporte. “Serão ao menos 140 especialistas do mais alto nível dividindo suas experiências de sucesso. Este ambiente multidisciplinar contribuirá para que os profissionais tenham uma visão global do ambiente esportivo em que atuam, além da possibilidade de ampliar suas redes de contatos profissionais”, define.

Maior do Brasil

Os participantes de um meeting específico poderão circular livremente entre os outros congressos, garantindo a troca de informações. “Vejo a Feira Amo Esportes Fair como um verdadeiro marco na história do esporte brasileiro. Vários congressos e seminários já foram realizados, mas com essa amplitude e dimensão, talvez seja o evento mais importante de todos”, diz o jornalista Eraldo Leite, jornalista esportivo com nove Copas do Mundo na bagagem, coordenador da equipe esportiva da Rádio Globo/CBN e fundador da Associação de Cronistas Esportivos do Brasil (ACEB).

+ Leia mais: Dono de bicicletaria comanda ‘Corrente do Bem’ e doa bicicletas para crianças carentes em Curitiba

Eraldo é um dos responsáveis pelo Meeting de Jornalismo Esportivo. “Hoje em dia, um atleta ou uma equipe não sobrevivem sem estas áreas correlatas. Esporte é uma ciência e precisa ter todos esses segmentos agregados. E também o jornalismo deve estar integrado nisso, se informando mais sobre situações que vão além do conhecimento técnico e tático sobre o esporte em si”, analisa. O Meeting de Jornalismo Esportivo levará diversas personalidades do esporte nacional para a Arena da Baixada. “Já fizemos os convites e em breve poderemos divulgar”, conta.

Teoria e prática

Segundo Jullius Queiroz, diretor da Comissão de Fisioterapia Esportiva da Sociedade Brasileira de Fisioterapia e responsável pelo encontro do setor, a grande aposta para o Meeting de Fisioterapia Esportiva é reunir um conjunto de pesquisadores, doutores e especialistas que já coloca em prática e apresenta resultados concretos com sua produção científica. “Os participantes terão uma oportunidade única de conhecer a experiência de profissionais bem sucedidos da fisioterapia clínica e científica nacional”, afirma.

Com quase duas décadas de atuação profissional, Jullius foi fisioterapeuta da Seleção Brasileira de Vôlei de Praia e por mais de 10 anos foi fisioterapeuta chefe do Ceará Esporte Clube, time da primeira divisão do Campeonato Brasileiro de futebol.

Pré-cadastro e inscrições

Cada congresso técnico terá capacidade para 500 inscritos. É importante que os interessados façam seus cadastros no site do evento para garantir a reserva de uma vaga. Na última semana de outubro será aberta uma venda especial exclusiva para quem já estiver cadastrado.