Um atropelamento dentro de uma feira livre assustou feirantes e clientes na manhã deste sábado (12), no Bom Retiro, em Curitiba. O acidente ocorreu por volta das 11h, em pleno movimento da feira, na Rua Henrique Itiberê da Cunha, esquina com a Rua Tapajós. O motorista de um Monza, de 53 anos, atropelou o próprio irmão, de 59, que estava sentado na calçada. O veículo acertou o peito do homem, que ficou prensado em um muro.

Quem estava nas barraquinhas correu para auxiliar o motorista a afastar o carro do peito do irmão. O Siate foi acionado para prestar socorro. Segundo o BPTran, o motorista tinha sinais visíveis de embriagues. O irmão atropelado também. E ainda havia um amigo com eles, com os mesmos sinais.

+ Leia também“Tocado de casa”, homem esfaqueia e mata ex-mulher e ex-sogra na Grande Curitiba

Feirantes contaram que chegaram a pedir para os envolvidos não dirigirem o carro, mas eles insistiram. “Ele não conseguiu entrar a marcha ré do Monza. Engatou a primeira sem querer e o carro foi pra cima do irmão, que estava sentado na calçada”, disse o dono de uma barraca, que preferiu não se identificar. Ainda de acordo com o feirante, os clientes correram para ajudar o motorista a desligar o carro e a afastar o veículo da vítima. “Todos os sábados eles estão por aí, dizem que cuidam de carro, mas ficam bebendo. Não foi falta de aviso”, relatou.

Foto: Lineu Filho / Tribuna do Paraná
Motorista é o de camisa azul, ao lado do colega. Foto: Lineu Filho / Tribuna do Paraná

Os socorristas do Siate informaram que a vítima não corre risco de morte. A ambulância teve que passar por dentro da feira para poder prestar socorro. O irmão do motorista foi encaminhado ao Hospital Evangélico.

O BPTran informou que o motorista, que estava sem os documentos dele e do veículo, será encaminhado para a delegacia, onde os autos da ocorrência serão preenchido e o bafômetro realizado.

+ Veja também: Arena: Justiça pode abrir caminho para acordo entre Athletico e Fomento Paraná

Clientes da feira contaram que o amigo que acompanhava os irmãos tinha uma faca e chegou a mostrá-la em público. Não há relatos de que ele tenha feito algum tipo de ameaça, mas os agentes da polícia a recolheram. Uma mulher que fazia compras na feira não escondeu a preocupação. “Poderia esse carro ter entrado pra dentro da feira, causando um estrago. Essas pessoas têm que ser presas”, desabafou.