O prefeito de Curitiba Rafael Greca (DEM) se emocionou e chorou ao falar das medidas que o poder público e cada cidadão devem tomar para conter o avanço do coronavírus. Greca decretou situação de emergência em saúde em Curitiba, medida que deve dar agilidade e garantir bases legais para que o município possa adotar soluções que ajudem no combate ao coronavírus. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (17), dia de aniversário do prefeito, que completa 64 anos.

“É muito triste desligar a cidade. É uma coisa ruim, não me faz bem”, declarou chorando o prefeito em entrevista ao jornal Meio-Dia Paraná no começo da tarde desta segunda-feira – mesmo dia em que foi registrada a primeira morte pelo vírus no Brasil.

Um dia após a prefeitura anunciar a suspensão das aulas na rede municipal – medida que foi seguida por toda a rede estadual de ensino -, Greca suplicou para que cada curitibano faça sua parte para conter o vírus. O pedido foi especialmente para que as pessoas fiquem em casa, principalmente as pessoas mais velhas, mais suscetíveis ao coronavírus. “Os idosos, por favor, fiquem em casa”, pediu o prefeito.

LEIA MAIS – Curitiba convoca voluntários da área de saúde pra ajudar no combate ao coronavírus

Greca também reforçou o pedido para que todos fiquem atentos a medidas de higiene, como lavar as mãos, evitar cumprimentos e manter distância um dos outros.“É importante que as pessoas observem bem essa etiqueta em tempos de pandemia”, reforçou.

Álcool gel

Greca também disse na entrevista que solicitou que alguns comércios, como postos de combustíveis e supermercados, ofereçam álcool gel para os clientes. E avisou que não vai admitir aumento no preço do produto por causa da alta procura na pandemia do coronavírus – em muitas farmácias de Curitiba não há álcool gel desde a semana passada.

“Vou confiscar o estoque de quem estiver pondo sobrepreço no álcool gel. Vou defender o povo acima de tudo. O decreto me permite isso”, disse o prefeito, referindo-se às medidas anunciadas pelo município.

VEJA TAMBÉM – Polícia Federal suspende emissão de passaporte e atendimentos no Paraná

Ao final da entrevista no Meio-Dia Paraná, Greca voltou a se emocionar. “Que Deus nos proteja e nos faça maiores que as dificuldades. Havemos de ter um dia muito mais bonito do que esse que estamos vivendo hoje”, finalizou a entrevista o prefeito.

Situação de emergência

De acordo com a prefeitura, a situação de emergência oficializada em Curitiba com o Decreto 421 vale a partir desta terça-feira (17) e cancela licenças e alvarás para realização de eventos privados com público superior a 200 pessoas. Licenças já concedidas para eventos programados a partir desta data serão suspensas. Eventos e viagens oficiais agendados pelos órgãos municipais também estão cancelados e serão remarcados.

O decreto ainda cria o Comitê de Técnica e Ética Médica, comandado pela Secretaria Municipal da Saúde. O comitê vai orientar as decisões e esclarecer dúvidas sobre as medidas adotadas contra a pandemia na cidade, além de instruir casos omissos na legislação. Outra função é definir prioridades na aquisição de bens e produtos e serviços emergenciais.

VEJA TAMBÉM – Não é só o coronavírus! Hábitos de higiene evitam várias doenças e servem pra vida toda

Com relação ao atendimento, a situação de emergência permite que, em caso de necessidade, poderão ser tomadas medidas de isolamento e quarentena e realização compulsória de exames, coleta de amostras e vacinação profilática, além de autorização excepcional e temporária para eventual importação de produtos sujeitos à vigilância sanitária.  

O decreto tem validade indefinida e vigorará enquanto perdurar a situação causada pelo coronovírus, informa a prefeitura de Curitiba.

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais: