A decisão de ampliar ou não por mais sete dias o decreto estadual que impõe medidas mais restritivas à população por causa do avanço do coronavírus no Paraná deve sair nesta terça-feira (14). O decreto do governo foi publicado no dia 30 de junho e determinou o fechamento de estabelecimentos comerciais e de serviços não essenciais entre os dias 1.º e 14 de julho, em 134 municípios de 7 regionais mais afetadas pelo novo vírus. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), uma análise dos dados da pandemia nas últimas duas semanas será feita na terça-feira para que se decida uma possível prorrogação da quarentena. 

LEIA TAMBÉM – O que Curitiba tem feito pra minimizar o risco de contágio por coronavírus nos ônibus?

Segundo a Sesa, as avaliações dos números da pandemia são feitos diariamente. Na terça-feira, último dia de validade do atual decreto, os dados deverão ser analisados pelo comitê de saúde para a tomada decisão. Ainda de acordo com a secretaria, nada está definido, nem mesmo o horário em que haverá reunião para análise dos números. Também não há confirmação se o governador Ratinho Junior (PSD) fará uma live pelas redes sociais para informar se retira o decreto ou se o mantém por mais sete dias.

Até então, as medidas mais restritivas contra a pandemia estão impostas para as regionais Litoral, Cascavel, Londrina, Cianorte, Cornélio Procópio, Foz do Iguaçu, Toledo e Curitiba e região metropolitana.