Após duas semanas de trabalhos de orientação no Centro de Curitiba, a Superintendência de Trânsito de Curitiba (Setran) vai dar início à fiscalização na Rua André de Barros nesta quinta-feira (7). A partir dessa data, portanto, quem for flagrado dirigindo pela faixa exclusiva para ônibus implantada na via poderá ser multado.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

A faixa exclusiva para uso do transporte coletivo, incluindo ônibus metropolitanos e de turismo, está funcionando desde o dia 18 de fevereiro, no trecho da André de Barros entre a Rua 24 de Maio, na Praça Rui Barbosa, e a Desembargador Westphalen. De acordo com a prefeitura, o objetivo da implantação desse dispositivo é proporcionar redução no tempo de deslocamento aos ônibus em trechos curtos, mas com grande movimento de veículos.

O motorista de veículo de passeio pode entrar na faixa exclusiva apenas no trecho tracejado e somente se for fazer a conversão à direita na mesma quadra. A desobediência à regra de trânsito pode acarretar infração de natureza gravíssima, com perda de sete pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 293,47, além da possibilidade de remoção do veículo.

+Leia também: Motorista bate em ligeirinho parado e acaba indo pro hospital com ferimento na cabeça

Projeto em ampliação

Com as faixas exclusivas para ônibus recém-implantadas nas ruas General Mário Tourinho e André de Barros, Curitiba tem agora seis vias de ligação entre os bairros e o Centro que contam com essa medida específica.

As demais faixas exclusivas ficam na XV de Novembro, Marechal Deodoro, Conselheiro Laurindo e Desembargador Westphalen. Juntas, elas somam 7,3 quilômetros, pelos quais circulam cerca de 268 mil passageiros por dia, em 67 linhas de ônibus.

Escrachado nas redes sociais, auxílio-reclusão é a maneira dos dependentes de presidiários sobreviverem