Velório

Corpo de secretário de Segurança de São José dos Pinhais é cremado nesta terça-feira

Ricardo Kush morreu após uma tentativa de assalto no estado vizinho.
Ricardo Kush morreu após uma tentativa de assalto no estado vizinho. Foto: Arquivo Pessoal.

O corpo do secretário municipal de Segurança Pública de São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, foi cremado no fim da manhã desta terça-feira (8). Ricardo Kusch, 44 anos, foi assassinado em São Paulo (SP) na noite de domingo (6), durante uma tentativa de assalto.

O corpo chegou da capital paulista na noite de segunda-feira (7) e foi levado para o Ginário Ney Braga, onde foi velado.

+ Leia mais: Vereadores discutem fim da obrigatoriedade das máscaras em Curitiba

Parentes, amigos e pessoas da comunidade foram até o ginásio para a despedida, que teve homenagens. Ricardo Kusch era secretário de Segurança e Guarda Municipal. Ele deixou esposa e três filhos. A cremação foi restrita a familiares e amigos próximos.

O crime

Segundo informações, Ricardo Kusch estava de moto na cidade de São Paulo, quando foi abordado por marginais na Marginal Pinheiros e alvejado com quatro disparos. A suspeita é que os marginais tentaram roubar a moto dele.

O secretário chegou a ser encaminhado ao Hospital Campo Limpo, na cidade de Santo Amaro, mas não resistiu aos ferimentos. Ainda segundo as informações do local, ele levou dois nas costas, um no peito e outro no abdômen.

+ Viu esta: “Nem inaugurou”! Moradores de Colombo reclamam de vandalismo e furtos em nova delegacia

Ainda não se tem informações sobre presos, mas as equipes de São Paulo estão empenhadas no caso para caçar os marginais que cometeram este crime. No dia da notícia da morte de Kusch, Célio José, companheiro da Guarda Municipal de São José dos Pinhais, lamentou a perda do colega que era considerado uma referência no trabalho de segurança do município.

“É um exemplo de profissional, não era somente um guarda, ele era um instrutor. Ministrava aulas nos Estados unidos, extremamente preparado. No entanto, nesse mundo que vivemos ninguém está salvo da criminalidade. Uma equipe da Guarda Municipal se deslocou para São Paulo para coordenar a liberação do corpo e conseguir informações de investigação do crime”, disse Célio José.

As investigações do crime em São Paulo contam com o apoio das polícias de São José dos Pinhais. 

Viagem pelas redes

Nas redes sociais Kusch fez várias postagens da viagem de moto que fazia por São Paulo para renovar o visto quando ocorreu a situação.

José Inocêncio questiona Bento.
Renascer

José Inocêncio questiona Bento.

Deodora pede perdão a Zefa Leonel.
No Rancho Fundo

Deodora pede perdão a Zefa Leonel.