A Delegacia de Estelionatos da Polícia Civil de Curitiba vem divulgando pelas redes sociais mais um alerta de golpe pela internet. Um vídeo divertido que tem até um lobo uivando chama a atenção para uma situação séria, o “golpe do nudes”. De acordo com o delegado titular Emmanoel David, pessoas que compartilham fotos de nudez por aplicativos podem sofrer extorsão para que as imagens e conversas não sejam divulgadas na internet.

LEIA TAMBÉM Golpe do WhatsApp clonado cresce entre pessoas que anunciam produtos na internet

Segundo o delegado, os principais alvos são, geralmente, homens na faixa etária acima dos 40 anos e casados. “Os criminosos criam perfis femininos nas redes sociais e passam a mandar solicitações de amizade para as vítimas”, explica David. “Depois de conquistar a confiança da pessoa, os golpistas passam a pedir vídeos e fotos íntimas, os chamados nudes”, explica.

Você conhece o Golpe do Nudes?Não? Então se liga nesse alerta para homens que acabam cedendo à extorsão para não colocar a reputação em risco.#policiacivil #Golpe #pcpr #estelionato #golpedonudes #nudes #Alerta

Posted by Emmanoel David on Friday, August 28, 2020

Enquanto o delegado fala no vídeo, imagens de uma animação com um lobo simbolizando as vítimas torna o material divertido. Surge até um uivo quando o lobo aceita a amizade do golpista que finge ser uma mulher. A sequência da história é o golpe. “Depois de trocar imagens com as vítimas, em meio a conversas de cunho sexual, um homem se apresenta como pai da garota. Ou até mesmo como policial e revela que a dona daquele perfil seria menor de idade”, conta o delegado. 

O pai da garota no vídeo da Polícia Civil é um cão da raça rottweiler. “A partir daí, o criminoso ameaça a vítima, dizendo que vai registrar um boletim de ocorrência e divulgar as conversas com a suposta adolescente. O golpista, então, exige uma quantia em dinheiro para não cumprir as ameaças”, ressalta David.

Esse tipo de golpe, segundo o delegado, muitas vezes não é comunicado à polícia porque a vítima evita de ter problemas conjugais ou sente vergonha de ter caído no golpe. “Em alguns casos, quando a vítima não tem recursos para ceder ao golpista, ela só percebe que caiu no golpe quando procura a polícia para denunciar a extorsão”, finaliza o delegado.

Para não cair no “golpe do nudes”, a Polícia Civil orienta que pessoas não compartilhem vídeos e fotos íntimas em celulares ou computadores com pessoas estranhas. De acordo com a polícia, além da extorsão, a vítima pode ter o celular extraviado ou ter toda a intimidade exposta. Outro alerta destaca que pessoas que se aproximam, pela internet, pedindo fotos ou documentos podem se tratar de estelionatários em busca de conseguir dinheiro.