Contrariando os riscos de aglomeração, o que potencializa o contágio de coronavírus, manifestantes pró-presidente Jair Bolsonaro se concentraram na Boca Maldita, no calçadão da Rua XV de Novembro, no Centro de Curitiba, na tarde deste domingo (15). A manifestação começou às 14h, assim como manifestações semelhantes em outras cidades do Brasil.

Quinta-feira (12), o próprio presidente havia pedido em uma live pelas mídias sociais que seus apoiadores suspendessem a manifestação em todo o país pelo risco de contágio de coronavírus. Entretanto, neste domingo o Bolsonaro não só estimulou o protesto pelas mídias sociais, como participou da manifestação em Brasília.

LEIA MAIS – UFPR e UTFPR suspendem aulas para evitar contágio do coronavírus

Contrariando orientação sobre prevenção contra coronavírus, Curitiba faz manifestação na Boca Maldita.

Posted by Tribuna do Paraná on Sunday, March 15, 2020

Não há número exato de manifestantes no protesto na Boca Maldita. Entretanto, o calçadão está tomado de pessoas com bandeiras do Brasil e camisas verde e amarela. Muitos manifestantes estão usando máscaras cirúrgicas e também muitos passam álcool gel nas mãos. O protesto conta com um caminhão de som. A Polícia Militar (PM) acompanha o protesto.

Os protestos são a favor do governo federal e contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF). “Coronavírus é o STF, o Gilmar Mendes. Essas são as pragas do Brasil”, protestou a manifestante Maria do Rocio quando perguntada se não tinha medo do contágio. “Não tenho medo de me contaminar porque o vírus não voa”, declarou Solange Bueno – o próprio Ministério da Saúde vem ressaltando a importância de se evitar aglomerações, que é um das principais formas de contágio.

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais: