O suspeito de matar a facadas José dos Santos, 63 anos, após briga de bar, foi identificado pela Delegacia de Homicídios. O crime aconteceu na tarde de domingo, na Vila Juliana, Caximba. José foi encaminhado ao Hospital do Trabalhador, onde morreu horas depois.

 

 

Segundo o delegado Rubens Recalcatti, o suspeito Mário Stadnik, 48 anos, foi interrogado na delegacia e indiciado por homicídio. “Ele tem transtorno mental e toma remédio controlado”, revelou o delegado. Em seu depoimento, Mário contou que se desentendeu com a vítima, depois de pedir dinheiro emprestado. “Ele queria comprar cigarro, mas a vítima queria pagar pinga e Mário não queria bebida”, contou Recalcatti. Mário jogou a nota de R$ 5 no chão, que foi rasgada pela vítima.

Depois da discussão, com direito a chutes e pontapés, Mário foi para casa, a cerca de 50 metros do bar, e voltou armado com uma faca. O idoso estava sentado num muro quando foi golpeado duas vezes pelas costas.