Brasília ? A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Armas aprovou requerimento de convocação do ex-secretário de Administração Penitenciária de São Paulo Nagashi Furukawa. Os deputados querem ouvi-lo sobre a ação do governo frente aos ataques à cidade atribuídos ao Primeiro Comando da Capital (PCC).

Em reportagem publicada pela imprensa no último fim de semana Furukawa afirmou que o governo de São Paulo negociou com a organização criminosa o fim dos ataques.

Na próxima terça-feira (6), integrantes da CPI vão se encontrar com representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em São Paulo. De acordo com o presidente da comissão, deputado Moroni Torgan (PFL-CE), um dos temas a ser tratado é como o crime organizado trata alguns advogados. "O crime faz com que alguns advogados se tornem reféns", afirmou.