A Medida Provisória 252/05, que reduz tributos de vários setores da economia, perde a validade nesta quinta-feira (13) caso não seja votada e aprovada pelo Legislativo. A matéria passou pelo Senado. Na Câmara, no entanto, continua pendente de votação por falta de um acordo entre os partidos. Hoje (13), às 14 horas, a Casa (Câmara) deve realizar mais uma sessão para tentar votar a proposta.

Conhecido como MP do Bem, o texto foi editado em 15 de junho. Anteontem (11), em sessão extraordinária, parlamentares buscaram aprovar a matéria, mas não houve quorum suficiente, ou seja, 257 deputados em plenário. Um dos pontos mais polêmicos da MP é uma emenda que permite ao governo federal adiar para o ano seguinte o pagamento de ações judiciais de pequeno valor perdidas pela União em juizados especiais cíveis.