Numa semana em que estarão envolvidos com os Campeonatos Estaduais, os times brasileiros folgam na Libertadores e ficam de olho nos adversários que entram em campo. É o caso do Grêmio, que lidera o Grupo 3, com quatro pontos, e acompanha o jogo entre Deportes Tolima e Cerro Porteño, em Tolima, na Colômbia.

Se vencer a partida, em casa, na quarta-feira, o Tolima se iguala aos gaúchos na liderança. O Cerro, derrotado em casa pelo Grêmio na estréia, precisa vencer para não ficar muito distante dos dois primeiros lugares, que garantem classificação para as oitavas-de-final.

Hoje, um dos duelos interessa diretamente ao Santos, líder do Grupo 8, com 6 pontos: em La Plata, na Argentina, o Gimansia y Esgrima recebe o Deportivo Pasto, da Colômbia. Ambos foram derrotados na estréia e quem perder novamente ficará em situação complicada na disputa.

Os grupos sem brasileiros terão agenda cheia esta semana. Na terça, o El Nacional recebe o Libertad, em Quito, pelo Grupo 1. O time paraguaio tem 100 de aproveitamento e vem embalado por uma goleada por 4 a 1 sobre o América, na Cidade do México. O time mexicano volta a jogar em casa na quarta, contra o Banfield e pode ficar praticamente fora se perder novamente – ainda não somou um ponto sequer, em dois jogos.

O Grupo 6 terá a abertura da segunda rodada na quarta, com o go entre LDU e Colo Colo, derrotados na estréia. River Plate e Caracas, que somam três pontos, se enfrentam na quinta, em Buenos Aires. No Grupo 7, o Bolívar, que divide a liderança com o Boca, visita o Cienciano, lanterna com duas derrotas até agora.