São Paulo (AE) – O Partido dos Trabalhadores (PT) está organizando um almoço na próxima segunda-feira, no escritório nacional da legenda em Brasília, com representantes do partido, do PCdoB, do PRB e do PSB, com o objetivo de discutir a participação dos militantes na cerimônia de posse do segundo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no dia 1.º de janeiro de 2007.

O secretário de Finanças do PT, Paulo Ferreira, disse que a idéia é que os partidos organizem a ida de seus militantes à posse de Lula. O presidente reeleito deverá fazer um pronunciamento à nação, no Parlatório, situado em frente ao Palácio do Planalto, por volta das 18h30. Após o discurso, a Esplanada dos Ministérios vai servir de palco para as comemorações dos populares.

?Pretendemos incentivar militantes do PT e dos partidos coligados a irem para a Esplanada para ouvir o pronunciamento e festejar o segundo mandato do presidente Lula na Esplanada dos Ministérios?, destacou Paulo Ferreira. A cerimônia de posse do presidente reeleito no Congresso Nacional está prevista para começar às 16 horas. Depois do Congresso, Lula segue para o Palácio do Planalto, onde às 17h30 ocorrerá a posse coletiva dos ministros. Após empossar seu ministério, o presidente fará o pronunciamento no Parlatório.

A posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em seu primeiro mandato foi transformada em uma festa para a militância, com excursões e caravanas sendo organizadas em várias partes do País a Brasília. Inclusive, com parentes do presidente eleito. Apesar de não estimar que este fenômeno se repita, o PT não quer que a posse deixe de ter um forte componente popular.