Uberaba – O prefeito em exercício de Uberaba, Odo Adão (PSDB), decretou estado de calamidade pública, após o acidente que causou o derramamento de substâncias tóxicas no córrego Alegria, afluente do Rio Uberaba, que abastece o município. O fornecimento de água foi cortado para 260 mil habitantes. Na madrugada de ontem, um trem da Ferrovia Centro-Atlântica que transportava produtos químicos de Camaçari (BA) a Paulínia (SP) descarrilou, pegou fogo e causou o derramamento das substâncias. A composição era formada por três locomotivas e 33 vagões. Dos 18 vagões que tombaram, oito transportavam 381 toneladas de metanol; cinco, 245 toneladas de octanol; dois, 94 toneladas de isobutanol; e três, 147 toneladas de cloreto de potássio. Um vagão com metanol explodiu, incendiando 18 vagões, sem vítimas.