A Polícia Militar foi chamada nesta tarde à Central do Brasil, principal estação ferroviária do Rio, tentando dispersar passageiros que tentam entrar na estação. Foram disparados tiros de arma não-letal e gás de pimenta. A confusão ocorre um dia depois de um tumulto na estação Nilópolis.

Uma pane em um trem vazio, às 16h06, provocou o fechamento da Central do Brasil, de onde partem os trens de cinco ramais ferroviários. A Supervia, concessionária que administra a linha férrea, informou que o problema havia sido contornado às 16h40. Nesse período, os trens estavam partindo da estação de São Cristóvão. O dinheiro das passagens foi devolvido.

 

Às 17h10, passageiros protestavam contra o fechamento da estação, aos gritos de “Uhu! Vamos invadir”. A PM foi chamada. Há correria no local.