A ocupação nas comunidades Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, na zona sul do Rio, deve começar na madrugada deste domingo, 13, como primeira etapa para a instalação da 19º Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Estado, ainda sem data definida.

Participam da Operação ‘Choque de Paz’ os Batalhões de Operações Policiais Especiais (Bope) e de Choque (BPChoque) da Polícia Militar, com apoio de unidades da Polícia Civil, além de helicópteros das duas polícias, veículos blindados dos Fuzileiros Navais, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e efetivos da Polícia Federal.

Para dar continuidade à ação, as principais vias de acesso no entorno da Rocinha e do Vidigal, como a Estrada Lagoa-Barra (nos dois sentidos), Avenida Niemeyer, Estrada do Joá, Rua Marquês de São Vicente e Estrada das Canoas, serão fechadas a partir das 2h30.

Na Rocinha moram 72.458 pessoas e no Vidigal e Chácara do Céu somam 11.321, segundo censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Sua população indireta, ou seja, moradores do entorno, é de cerca de 80 mil na Rocinha e 44 mil no Vidigal.