São Paulo – Oitenta e sete dias depois do desmoronamento nas obras da futura Estação Pinheiros do Metrô (Linha 4), que matou sete pessoas, a construção será retomada. Ontem, o Ministério Público Estadual (MPE), o Consórcio Via Amarela, responsável pelas obras, Metrô, Polícia Civil, Instituto de Criminalística e Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) assinaram novo Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que permitirá o reinício dos trabalhos na cratera na segunda-feira. O TAC estabelece prazo até 15 de outubro para conclusão dos trabalhos de construção de uma parede de segurança, que terá 270 estacas de concreto, que receberão tirantes de reforço. Há o mesmo prazo para conclusão dos trabalhos de perícia no local.