Roosewelt Pinheiro/ABr
Roosewelt Pinheiro / ABr

O presidente acendeu a pira dos
jogos, no Palácio do Planalto.

Brasília – Na cerimônia em que recebeu nesta segunda-feira (11) a chama e acendeu a tocha e a pira dos Jogos Pan-Americanos, no Palácio do Planalto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ressaltou a importância da realização dos jogos como forma de mostrar que o país tem condições de sediar eventos internacionais.

"A realização dos Jogos Pan-Americanos no Brasil, em julho, a Copa América na Venezuela, em junho, é uma pequena preparação para que possamos demonstrar que a América do Sul e Latina não podem eternamente continuar sendo tratados como se fossem pura e simplesmente países de terceiro mundo sem nenhuma condição de realizar eventos como esses", afirmou o presidente ao lado do nadador Gustavo Borges e da jogadora de vôlei Sandra Pires.

O presidente destacou que, além da importância para o esporte brasileiro, os jogos irão deixar dois grandes legados: o preparo dos jovens que vão trabalhar durante o evento e a infra-estrutura construída para o Pan-Americano. "Parte de tudo que vai ser utilizado para a segurança dos Jogos Pan-Americanos ficará no Rio de Janeiro, e junto com os equipamentos ficarão 11 mil jovens que foram treinados, preparados, que vão ganhar um dinheirinho agora no Pan, que aprenderam falar um pouco de espanhol, de inglês, e que vão ter agora sua primeira oportunidade".

Segundo o presidente Lula, após os jogos serão doados 3.800 computadores para programas de inclusão digital. Viaturas e aparelhos de comunicação também serão incorporados ao sistema de segurança da Polícia Militar do Rio de Janeiro.

A chama do Pan chegou na manhã de hoje (11) a Brasília depois de ser acesa no México e passar por Porto Seguro, Goiânia e Vitória. Em Brasília irá percorrer vários pontos da cidade levada por cerca de 90 pessoas, entre elas vários atletas que vão se revezar ao longo do caminho.

De Brasília a tocha segue para Recife e após percorrer as capitais brasileiras chega ao Rio de Janeiro, em julho, quando será aberta a décima quinta edição dos Jogos Pan-Americanos.