Em seu programa semanal de rádio, ‘Café com Presidente’, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu cautela nas conclusões sobre o desastre do avião da TAM, na última terça-feira. "Todo julgamento prematuro é, eu diria, quase que irresponsável. Em um momento como esse, que tem uma tragédia, a melhor coisa que nós temos de ter é a prudência para investigar corretamente ao invés de ficarmos fazendo ilações, culpando alguém ou absolvendo".

Para Lula, "nesse momento, isso não é o mais importante, você dizer: fulano de tal não tem culpa ou o aeroporto não tem culpa, quem tem culpa é o governo, quem tem culpa é o avião, quem tem culpa é o piloto ou quem tem culpa é a chuva".

"Nós sabemos que têm desastres aéreos que não se tem possibilidade de ter provas porque não tem, sequer, a caixa-preta. Mas, nesse caso, nós temos a caixa-preta, ela já está sendo estudada e eu espero que a gente tenha a resposta. Eu só peço a compreensão, a compreensão do povo brasileiro para que não haja julgamento precipitado de quem quer que seja.

Para Lula, as verdadeiras causas do acidente serão desvendadas. "não existe hipótese alguma da verdade não vir à tona. Se o problema foi da chuva, se o problema foi da pista, do avião, se o problema era do piloto. Tudo isso, eu peço a Deus que a gente tenha condições de obter o resultado na caixa-preta do avião para que a gente possa informar a opinião pública".