A partir do dia 20 de julho, todas as pistas das marginais do Pinheiros e do Tietê terão as velocidades máximas reduzidas para carros e caminhões. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), nas faixas locais, a redução será dos atuais 70 km/h para 50 km/h.

Nas pistas centrais, a velocidade passa de 70 km/h para 60 km/h, enquanto nas faixas expressas a diminuição será de 90 km/h para 70 km/h. A medida faz parte de um plano da Prefeitura para reduzir acidentes fatais e atropelamentos.

Em 2014, foram registradas 555 mortes no trânsito de São Paulo. Deste total, 39 pessoas perderam a vida na Marginal do Tietê e outras 31 na Marginal Pinheiros – ambas estão no topo do ranking das vias com o maior número de mortes em São Paulo. Nas duas marginais juntas, 24 pedestres morreram atropelados. Os veículos pesados que antes podiam trafegar a 70 km/h nas expressas, terão que andar a 60 km/h, também a partir do dia 20.

Inicialmente, o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, havia afirmado que a velocidade mínima seria de 60 km/h. Os 50 km/h, segundo ele, seria uma ressalva em alguns pontos das marginais. A afirmação foi feita no dia 16 de junho, durante uma coletiva de imprensa. Inicialmente, o plano da Prefeitura era de fazer a redução da velocidade das marginais junto com a inauguração da última parte do Trecho Leste do Rodoanel, ligando as rodovias Ayrton Senna e Presidente Dutra.