O secretário dos Transportes do Estado do Rio de Janeiro, Júlio Luiz Batista Lopes, afirmou nesta segunda-feira (3) que o edital de licitação do Trem de Alta Velocidade (TAV), que ligará a cidade de São Paulo ao Rio de Janeiro deverá ser publicado em março de 2008. Ele explica que esse é o prazo estimado para que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) finalize os estudos de viabilidade econômica do projeto e defina a modelagem que será adotada.

Segundo Lopes, que participou hoje do 5º Seminário Sobre Ferrovias em Busca do Elo da Competitividade Logística, organizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), ainda não há nada certo em relação à participação do governo no projeto, mas a expectativa é de que seja adotado um modelo misto, com recursos da iniciativa privada e do Estado. "A minha visão é de que o projeto tem que ter recursos públicos", afirma.

O secretário informou ainda que deverá divulgar no dia 18 de dezembro o resultado de uma pesquisa que está sendo realizada pelo Ibope com cerca de 3 mil pessoas na Grande São Paulo e Rio de Janeiro, para sondar qual seria a demanda por esse tipo de transporte. "Nós temos convicção da importância desse projeto, mas precisamos verificar qual vai ser a real demanda para que ele se torne realidade", afirma.

Segundo ele, essa é a primeira de uma série de pesquisas, que contará ainda com um levantamento sobre o preço da passagem, entre outros itens. A avaliação inicial do secretário é de que o TAV poderia cobrar R$ 120,00 pela viagem. A avaliação de Lopes é de que uma demanda entre 30 e 35 milhões de passageiros viabilizaria com facilidade o projeto. "Temos que mostrar para a população quais os benefícios desse trem e as enormes oportunidades para diversos setores da economia", defende.