Equipes de buscas formadas pelo Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar e Guarda Municipal de Ubatuba, no litoral norte de São Paulo, localizaram por volta das 10 horas desta segunda-feira o corpo de Zenilda Monteiro Marcolina, de 32 anos, que estava desaparecida desde domingo. Ela foi surpreendida juntamente com outras seis pessoas por uma enxurrada na Cachoeira do Tombador, localizada na região do Sertão de Ubatumirim, a 30km do centro de Ubatuba, já próximo à divisa com o Estado do Rio de Janeiro.

O grupo foi levado pela correnteza após uma tromba d’água atingir a região. Três pessoas foram resgatadas mortas no próprio domingo, uma ficou gravemente ferida e duas conseguiram sair ilesas – entre elas um adolescente de 15 anos, após serem socorridas por outros banhistas.

Segundo os bombeiros, todas as vítimas são de Ubatuba, entre elas, um empresário, um comerciante e um advogado. Segundo o sub-tenente Cruz, do Corpo de Bombeiros, o local é de difícil acesso e não há comunicação. Até as 12h30 a perícia da Polícia Civil ainda permanecia no local.

“Não é possível saber o que causou o acúmulo de água, se foi a quantidade de chuva, se a correnteza foi represada por algum tronco de árvore ou ainda se houve queda de barreira na cabeceira, já que testemunhas afirmaram que momentos antes do acidente, a água da cachoeira estava barrenta”, disse o sub-tenente. Segundo ele, fortes precipitações são uma “peculiaridade” local.

O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil estão realizando monitoramento nas áreas de risco devido às intensas chuvas, que nesta segunda permanecia atingindo o litoral norte. A tromba d’água de domingo derrubou árvores e alagou ruas de diversos bairros.