São Paulo – Alfieri Eduardo Bompani, padre, foi condenado a 93 anos de prisão. Ele cuidava de abrigos para menores. Há dois anos crianças e adolescentes denunciaram que foram vítimas de abuso sexual. Um jovem contou para a polícia que foi assediado aos 14 anos quando pediu um conselho ao padre. Dois diários foram usados como provas. Nas páginas, os peritos decifraram códigos usados pelo padre para relatar experiências sexuais que manteve com crianças e adolescentes. Em abril de 2002, o padre chegou a ser preso, mas foi solto. Meses depois novas denúncias e o depoimento de um homem foi fundamental para a polícia concluir que o padre Alfieri deveria ser preso enquanto aguardava o julgamento. Ele também teria sofrido abusos 20 anos atrás. Em novembro do ano passado o padre se apresentou à Justiça.