O nível do sistema Cantareira voltou a cair e o volume de água no reservatório é de 8% da capacidade neste domingo (7), 0,1 ponto porcentual abaixo do índice registrado no sábado (6). Os dados são da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

O porcentual considera os 105 bilhões de litros da segunda cota do volume morto. Não foram registradas chuvas no sistema nas últimas 24 horas e, no mês, a pluviometria acumulada é de 3,3 milímetros, ante média histórica para dezembro de 220,9 milímetros. Em igual período de 2013, o Cantareira tinha 31,1% da capacidade, sem considerar a incorporação das duas cotas da reserva técnica e já havia chovido 17,8 milímetros no acumulado do mês. Os demais reservatórios administrados pela Sabesp também apresentaram queda.

O sistema Alto Tietê registrou redução de 0,2 ponto porcentual no volume de água armazenado e opera com 4,8% da capacidade. Também não choveu no sistema e a pluviometria acumulada do mês é de 9,5 milímetros, ante média histórica de 192,8 milímetros para dezembro. No Guarapiranga, o nível dos reservatórios caiu de 32,2% para 32%, segundo a Sabesp. O volume de chuvas acumulado chega a 11,2 milímetros em dezembro, mas não foram registradas precipitações no sistema de ontem para hoje.

No Alto Cotia, o volume de água armazenado é de 29,7%, ante 29,9% registrado no sábado. No sistema Rio Grande, o único a registrar chuvas nas últimas 24 horas, 0,2 milímetros, a queda foi de 0,2 ponto porcentual, para 62,5%. No sistema Rio Claro, o nível da represa está em 29,4% da capacidade, queda de 0,5 ponto porcentual.